domingo, 18 de outubro de 2009

Dias de cão


Minha filha ganhou um cachorrinho no dia das crianças. Chamamos de Fred o mais novo membro da família. Já temos a Kléu há quatro anos, mas a Ana sempre pediu um cãozinho pequeno, que ela pudesse carregar no colo. Kléu é um labrador e, caso vocês tenham assistido o filme "Marley e eu", não tenham dúvidas: a Kléu é exatamente, igual... ou pior! Fred é um cãozinho shitsu, peludo, dorminhoco e “mijão”.

Apesar do trabalho, que tem sobrado pra mim, já vi que valeu a pena proporcionar à Aninha a experiência de “cuidadora” de um ser vivo. Não deixa de ser um exercício de “ser mãe”, coisa que a mulher já traz consigo, por instinto. A Ana não teve irmãos mais novos e nem a responsabilidade de cuidar de alguém e está me surpreendendo; anda pra lá e pra cá com o Fred, beijando,embalando, como se fosse um bebê! Aliás, A Kléu, que apesar da idade, ainda não teve filhotinhos, já adotou o pequeno, também. A natureza é perfeita, realmente! Até as peripécias dela diminuíram esta semana, como se, de repente, ela tivesse amadurecido, uma verdadeira mamãe!

Os últimos dias foram, literalmente, "dias de cão", no bom sentido, é claro! O auge foi num passeio que fizemos, onde a Kléu pulou no lago, atrás dos Quero-queros, tentando pega-los! Nadou quase meia hora, nós achávamos que ela corria o risco de enfartar, já que não está acostumada com tanto exercício! Dias depois, vivemos um episódio emocionante, meio triste, depois feliz e, finalmente, com um infeliz final, cujo personagem principal foi um outro cãozinho, o Digão, um vira-lata que as meninas do futsal adotaram e que teve uma história e tanto! Mas, esta eu não vou contar aqui porque não terminou muito bem e sei que as meninas estão sentidas com isso. Coisas da vida...

Sei dizer que eu, que nunca fui muito apegada aos animais, agora, por causa do meu amor, que adora cachorros, e da minha filhota, que queria um bichinho de estimação, cá estou, apaixonada por duas criaturinhas que só me dão trabalho, mas que, entre latidos, lambidas e travessuras, fazem os meus dias mais divertidos.
Deixo aqui uma frase de alguém que amou todas as criaturas da natureza e que considero um grande homem, cujo exemplo de humanidade contribuíu para santificá-lo. Para mim, entretanto, ele foi um ser humano especial...

"Todas as coisas da criação são filhos do Pai e irmãos do homem... Deus quer que ajudemos aos animais, se necessitam de ajuda. Toda criatura em desgraça tem o mesmo direito a ser protegida." São Francisco de Assis

3 comentários:

NOTE disse...

Cari, falou, falou e falou sobre o vira-latas e não contou a história! Eu queria... Os cães são tudo de bom mesmo né! Vale a trabalheira! Ah, tem um erro rsrs "Sei dizer que eu...." Beijosssssss

déia disse...

Inacreditável!!!! O shitsu q a Maria Clara ganhou a uns anos atrás o chamamos tmb de Fred .Só um detalhe: Não tive essa paciência toda q vc teve e acabei vendendo o filhote com dor na alma, pios, a gente se apega a esses animais muito fácil. Argumentos tive de sobra...

valéria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.